terça-feira, 29 de abril de 2014

Crônica de Terça-feira


- Pra quê tanto frio? - Eu disse depois de uma enxurrada de vento que entrou pela janela.
- Achei que você gostasse do frio. - Ela disse.
- Eu gosto...mas isso não quer dizer que eu não vá reclamar dele. É como ter um filho: você ama seu filho, mas não é por causa disso que vai deixar ele fazer o que bem entender sem levar pelo menos um puxão de orelha.
- Bela metáfora.

4 comentários:

  1. Bela metáfora mesmo.
    Acho que só reclamamos do que gostamos.
    Do que não gostamos, ignoramos e não queremos mais.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Tão bonita e tão verdadeira, dá pra aplicar em um monte de coisas da vida, e eu tenho que concordar com o Claudio, nós só nos importamos e nos comovemos com o que ou com quem gostamos, se não nos causa sentimento algum, não importa.

    Beijos, Andressa.
    Bela crônica!

    eraoutravezamor.blogspot.com
    semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. De fato. Gostar não significa que aceitamos tudo. Boa metáfora mesmo.

    Beijo!!

    ResponderExcluir

Olá queridos! Não se esqueçam de deixar o link do seu blog para que eu posso lhe visitar também!
Obrigada por acessar o Identidade Aleatória!