terça-feira, 20 de maio de 2014

Sopro

Assim como o destino dissipa os caminhos, o vento soprou o punhado de areia que havia em suas pequeninas mãos.
Faz frio lá fora, mas ele não se importa. Continua brincando na montanha de areia, transformando grãos unidos em fantasias da sua imaginação.
Uma criança é sempre uma criança, em qualquer estação.


2 comentários:

  1. Uma criança é sempre criança em todos os momentos. Porque nenhum deles o priva de suas infinitas formas de se divertir.

    Lindas palavras. Adorei!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Gostei desse pequeno texto, pequeno em tamanho e gigante em sentimento, parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá queridos! Não se esqueçam de deixar o link do seu blog para que eu posso lhe visitar também!
Obrigada por acessar o Identidade Aleatória!