domingo, 24 de agosto de 2014

Palavras Mudas

Tô precisando gritar o que sussurra aqui no coração. 
Tô precisando gritar a saudade que sinto, a vontade que me domina, o desejo enrustido na pele.
Tô precisando dizer o tanto que existe de você em mim. 
Tô precisando abri os lábios e deixar que a voz saia com todos os sentimentos entalados na minha garganta. 
Tô precisando dizer o quanto te quero, o quanto preciso. 
Tô precisando te olhar nos olhos, te beijar a boca, e entre o vão dos nossos beijos dizer ainda que em silêncio, o quanto eu te amo.

10 comentários:

  1. Amiga, então não deixe passar....
    se está precisando, corra e diga o que sente!
    Nunca deixe pra depois, pois pode ser tarde demais!
    bjus
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Tão sufocante quando faltam as palavras para expressar tudo que se tem vontade..
    Gostei do texto!

    ResponderExcluir
  3. Esse sentimento é tão maior que a gente e a nossa capacidade de suportar, de esperar que os dias passem. A urgência sufoca, a saudade maltrata e a distância não coopera. O calendário torna-se nosso companheiro, os dias e as horas nossos inimigos e amigos ao mesmo tempo. Precisamos dizer, mas não pode ser por um sms, um e-mail ou mensagem no facebook, tem que ser ao vivo e a cores. Temos que dizer olhando nos olhos, sentindo o calor do abraço, o aconchego que dissolve toda a ansiedade e saudade dos dias ausentes. E não há nada melhor do que aquele "é hoje" "tô chegando" e finalmente o abraço, o alivio e as palavras vão saindo todas urgentes, todas sentimentos, todas cheias de amor.

    Mesmo que demore, a hora sempre chega, o amor não costuma atrasar.

    Beijão, Andressa.

    eraoutravezamor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É urgente libertarmos as flores que exalam, o horizonte que embeleza, os olhares de amor, a poesia que se compõe no coração. Às vezes tudo é maior que a nossa capacidade, mas ainda assim, ansiamos, esforçamo-nos para fluir, soltar, voar, deixar o encanto sair sem máscaras, adornando tudo ao redor. Porque tem horas que nasce aquela vontade insana de se mesclar ao amor que tanto nos inspira. Sem medos, sem tristeza. Com paixão.

    Lindo!!

    http://www.elosnohorizonte.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Andressa, que bom ter acesso aos seus escritos novamente.
    Esse um belo poema, um apelo
    poético e sensível. bjs. adorei.

    ResponderExcluir
  6. bem assim que me sinto às vezes, lindo esse texto
    não guarde palavras, solte as para que encontrem quem precisa ouvi-las
    e parabéns, seu blog é uma fofura ... seguindo! beijocas

    http://somandoconhecimentooficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Gente, que perfeeeeito >.< Começo de relacionamento é assim, os dois lados com medo de contar o que sentem, naquela angustia... é tão bom já ter passado dessa fase no meu relacionamento. Fica tudo mais leve!

    Um beijo grandããão!
    Cá do Aquela Princesa

    ResponderExcluir
  8. Gostei! Textos curtinhos são bem dinâmicos, e a forma em parágrafos curtos combinou muito com o sentimento que você quis passar, essa necessidade de por pra fora as coisas, o amor enlatado na gente... ê vida!
    Beijoo!

    www.quaseatoa.com

    ResponderExcluir
  9. Lindas palavras, parabéns pela criatividade.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Guria meus parabéns clap clap clap (sons de aplauso). Você conseguiu transformar em belas palavras um sentimento que, muitas vezes, não conseguimos explicar e que nos sufoca. Belíssimo texto.
    Beijos

    http://vidasempretoebranco.blogspot.com

    ResponderExcluir

Olá queridos! Não se esqueçam de deixar o link do seu blog para que eu posso lhe visitar também!
Obrigada por acessar o Identidade Aleatória!