quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Dúvidas velhas

Faz tempo que não converso comigo mesma. Não me conecto mais ao meu espírito/alma que eu tanto gostava. Acho que me enganei em alguma curva da vida de que ser livre era seguir em frente contando com a certeza do amanhã.
Mas o amanhã nem sempre virá.
Talvez o amanhã não seja nada além de uma ilusão que nos move a caminhar esperando que mais cedo ou mais tarde nossas pacatas vidas se tornem algo incrível. Algo fruto de uma história  bem vendida nas livrarias.
Alguns  anos atrás meu pai disse que a vitória não vem sem sacrifícios, e hoje eu tenho me perguntado se por acaso os meus sacrifícios não tem valido a pena, porque por mais que eu me esforce estou caindo sempre no mesmo buraco escuro e frio.
Não vejo mais aquilo que chamamos de luz no fim do túnel.  Não espero mais que haja dias melhores. Não tomo mais café com a frequência que tomava.  Hoje eu só me sento e penso por que ainda tenho resultados iguais. Por que ainda não vejo luz? Por que ainda não consegui ancorar meu navio em um porto seguro?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá queridos! Não se esqueçam de deixar o link do seu blog para que eu posso lhe visitar também!
Obrigada por acessar o Identidade Aleatória!